Os Padrinhos

É importante escolhê-los bem. São os verdadeiros amigos. Testemunharão diante da Igreja e da sociedade o compromisso de doação mútua dos noivos. Com suas orações e apoio estarão sempre presentes como amigos confidentes.

Tendo em vista o espaço no altar e a duração da cerimônia, o número de padrinhos deve ser de quatro casais para cada noivo. Os padrinhos devem se apresentar vestidos como convém a uma cerimônia religiosa.

Entre os padrinhos se destacam as duas testemunhas oficiais da cerimônia que irão assinar o documento do casamento religioso. Estes devem ser casados no religioso, não basta casamento civil, nem pode ser casal que vive maritalmente sem ser casado, porém podem ser solteiros. Devem ter ao menos 18 anos e devem ser católicos.

O Padre celebrante

O Santuário determinará o padre celebrante que irá testemunhar os casamentos. É facultativo convidar um padre amigo para presidir o casamento. É necessário apenas confirmar com antecedência o nome completo e telefone do celebrante convidado.

Decoração

Será combinada entre todos os casais daquele dia. Lembremos que os enfeites exagerados podem ocultar a beleza e o sentido da cerimônia.