Cortejos de entrada:
(Tendo em vista o período de uma hora reservado para cada casamento é adequado realizar quatro cortejos. Não se fazem cortejos que não tenham significado direto com o matrimônio, como cortejo dos músicos.)

– No cortejo deverão ser intercalados os casais
de padrinhos, ou seja, um casal de padrinhos
do noivo e um da noiva. O cavalheiro oferece o braço direito à dama, por ser este o lado com que honramos alguém, de acordo com as tradições ocidentais.

– A mãe do noivo pode entrar junto com o filho em cortejo separado, se assim o casal desejar. Caso o noivo entre junto com os padrinhos,
ele, juntamente com sua mãe, serão os últimos a entrarem. No altar os padrinhos aguardam em silêncio, pois toda a comunidade
deve ver refletida neles a solenidade do momento.

– A florista é uma menina/ moça que entrará precedendo a noiva com um pequeno buquê de flores. A presença e o cortejo da florista são optativos.

– O noivo acende as velas do altar durante a entrada da florista, antes da entrada da noiva.
– A noiva entra ao lado direito do pai (ou na ausência deste, com avô, tio ou com um irmão
mais velho ou padrinho de batismo) que a conduzirá até o altar onde o noivo a espera na escada do altar.

O noivo, após cumprimentar o pai dela e beijá-la nas mãos ou na testa, irá conduzi-la até o altar dando-lhe o braço esquerdo e permanecendo neste posicionamento durante a cerimônia. Quando a noiva chegar ao altar uma madrinha pega o buquê e o coloca no altar.

Ritual:

– Acolhidos pelo sacerdote

– Quando solicitado, um dos padrinhos entrega
ao sacerdote a Palavra de Deus.

– Diálogo do consentimento.

– As alianças poderão ser guardadas por um dos padrinhos ou o irmão mais velho, ou amigo,
pelo pai da noiva ou do noivo, que deverá entregá-las ao noivo no momento da bênção.
Poderão também ser trazidas por uma dama e/ou pajem em cortejo, entregando-as ao sacerdote que irá abençoá-las. Neste momento a música apropriada é o canto da Ave Maria.


- As alianças podem ser abençoadas na palma da mão das mães.

Cumprimentos:

- Terminada a cerimônia com a bênção do sacerdote e o beijo carinhoso, os noivos iniciam simultaneamente os cumprimentos. A noiva cumprimenta primeiramente os pais do noivo e familiares dele, da frente do altar para os fundos e vice-versa, sendo que cada nubente deverá terminar os cumprimentos em seus respectivos pais. Terminados os cumprimentos voltam para os seus lugares, a noiva recebe o buquê com sua mãe ou madrinha.

Saída:

Nos cortejos da Igreja Católica as pessoas mais importantes saem por último, portanto a saída no Santuário segue a ordem: saem os padrinhos alternadamente depois os pais dos noivos, as damas e/ou pajens e floristas, e os noivos se beijam discretamente e saem. O noivo do lado direito e a noiva do lado esquerdo.

Os pais e padrinhos aguardarão a saída dos noivos fora da igreja em silêncio, posicionamento semelhante ao altar, recebendo o casal com uma salva de palmas.